terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Memórias Literárias


Um leitor se forma a partir de livros e estórias marcantes que o impulsionam para o mundo da leitura, incentivando-o a ler cada vez mais. Sendo assim, que tal compartilharmos as leituras que nos emocionaram e marcaram nossa trajetória como leitores? Para isso, use o espaço destinado aos comentários para responder à seguinte pergunta:

Qual livro (ou livros) você lembra de ter lido bem cedo e que o empurrou para outras leituras ao longo da vida?

Para incentivar, a profe começa respondendo....

O primeiro livro que li sem parar e que me incentivou a ler outros livros foi "Bicki, o vagalume", de Ivan Rossi. Li este livro quando tinha uns 8 anos. O livro conta a história de um vagalume cego (Bicki) e de um pássaro que tinha medo de voar (Ico). É uma história comovente sobre amizade, compaixão e aceitação. Com essa dupla de amigos vivi muitas aventuras e descobri como ler pode ser divertido. A história me marcou tanto que, alguns anos depois, quando ganhei um cachorrinho de presente, o primeiro nome que me veio à cabeça para batizá-lo foi Bicki.

Ten Baretta

OBS:
a) Nas páginas 13 e 14 do livro didático, há outros depoimentos de leitores que respondem à pergunta proposta acima.
b) Lembre-se que, embora estejamos escrevendo em um ambiente de escrita informal (blog), o cuidado com a correção gramatical e com a clareza do texto é sempre importante para que nossa mensagem seja bem recebida por nossos leitores.

75 comentários:

  1. Um livro que marcou essa minha grande e longa vida foi O Livro das Virtudes. Basicamente, ele tem diversos poemas e contos, que são regidos por dez virtudes:disciplina, compaixão, responsabilidade , trabalho, coragem, perseverança , honestidade, fé e amizade. O conto que mais me marcou foi "Trezentos de Esparta". No começo, não entendi por que trezentos homens estariam dispostos a dar a vida por sua pátria ( eu tinha 7 anos; talvez o espírito nacionalista ainda não houvvesse sido instalado em mim). Entretanto, essa história me fez gostar de ler epopéias, e, principalmente, gostar de ler.

    ResponderEliminar
  2. Segundo a minha memória, o meu primeiro livro a passar das 50 páginas foi O Menino no Espelho de Fernando Sabino na 2 série. A História me fazia lembrar de muitas coisas que eu convivia naquele momento, e isso fez com que eu começasse a apreciar a leitura. Mais pra frente, sempre procurei ler os livros de aventura, ou algo semelhante ao livro. Ainda guardo esse livro na minha estante, depois de lido há tempos e admiro muito o livro do qual nasceu o meu gosto pela leitura.

    ResponderEliminar
  3. Aos 7 anos e meio, toda a semana eu e meus pais íamos fazer compras, e tinha uma seção de livros enorme, era meu local favorito, ficava em pé meia hora lendo mini-livros infantis, como: Branca de Neve, Os Três Porquinhos, As aventuras de Guliver.
    Essas histórias eram fascinantes, pelo simples mfato de causarem prazer em curto tempo, e eu não cansava de ler e reler. E foi assim até eu me mudar de casa. Aos 12 anos li meu primeiro livro de 200+ páginas que foi o "Marley e Eu" ri, chorei(só caiu uma lágrima), chorei de rir. Com o tempo descobri que prefiro leitura científica, principalmente de revistas, é muito difícil achar um livro com os meus critérios de leitura, gosto de realismo e coisas novas é isso que me incentiva histórias originais e realistas, ou fantasias extraordinárias e não demoníacas como o filme "Avatar". Importante dizer que não houve primeiro livro pra me incentivar a ler. Houve uma professora de filosofia na segunda série que contava histórias fantástica e deixava brilho nos meus olhos toda vez que ela contava uma diferente, fascinado perguntei a ela onde ela conseguia as histórias,
    e então ela me disse.

    ResponderEliminar
  4. Um dos primeiros livros que li foi na primeira série e trata-se da obra A menina bonita do Laço de Fita da autoria de Ana Maria Machado. A história é de um coelhinho que deseja ficar da cor da sua dona que é uma menina negra que usa uma fita vermelha no cabelo. Depois de inúmeras tentativas infrutíferas o coelho descobre o motivo da cor da menina ao olhar alguns álbuns,casando-se então com um coelha de pelagem escura e tem vários filhinhos, alguns pretinhos, outros branquinhos, mestiços...O livro aborda o tema da igualdade racial abordando a importância de valorizar a todos, independentemente da cor, credo ou quaisquer outras formas de preconceito.
    Outro livro que li foi quando estava na segunda série, foi O Fantástico Mistério de Feiurinha de Pedro Bandeira em que a princesa Branca, grávida de seu sétimo filho para ser afilhado do sétimo anão,descobre que Feiurinha havia sumido,pois sua história havia sido contada apenas oralmente perdendo-se no tempo.Para resolver a situação as princesas se reúnem e entram em contato com o autor Pedro Bandeira,que escreve então a história da princesa sumida restaurando a ordem no mundo dos contos de fada.
    Fernanda Prestes,71446 turma:106

    ResponderEliminar
  5. O livro que mais me incentivou a ler foi A Ilha Perdida de Maria José Dupré, que conta a historia de dois garotos que ao desobedecer as ordens de seus avos de nunca irem a essa ilha acabam indo a essa tal ilha onde eles encontram varias aventuras durante o desenvolver da historia.É um bom livro para quem esta começando a ler e gosta de aventura...
    Lair Oliveira,17881 turma:106

    ResponderEliminar
  6. O livro que me incentivou a praticar a leitura foi o "Macaco Maluco" de Cristina Luna.Descobri o livro quando fui alfabetizada aos 5 anos de idade.O livro relata a história de um macaco que morava em uma ilha juntos com seus amigos,e que adorava comer banana embaixo de um coqueiro,num dia um coco caiu em sua cabeça.Zangado com o coco fez de tudo para abri-lo.O macaco passou dias e noites pensando em como abrir o coco.Em uma manhã este macaco achou um solução para seu problema:o futebol da macacada ,no qual o coco era a bola.Este livro me incentivou a ler outros livros da coleção,como o"Pintinho Pelado',"Boto cor de rosa",Abelinha Apressada" e "Sapo Sapeca".A partir dessa coleção começei a me interessar mais pelos livros,principalmente por sagas como:Crepúsculo e Harry Potter.
    Julia Selistre-71430-106

    ResponderEliminar
  7. O primeiro livro que eu li, e que me fez despertar o interesse pela leitura foi "Jack Farrell & a ordem do templo". Foi quando eu tinha 8 anos. Passava horas e horas lendo o livro, era muito empolgante. Contava uma história muito interessante sobre os templários, suas crenças e idéias, mas o livro todo girava em torno de Jack, que era descendente de um templário, e começou a ser treinado para ser um dos protetores do Santo Graal. A partir disso comecei a ler outros livros como o "Clube dos contrários", "Harry Potter", "Deltora Quest", e assim por diante.

    Jordano - 81795 - 106 \õ/

    ResponderEliminar
  8. Desde bem pequena eu gostava de ler livrinhos pequenos, de 10 ou 15 páginas que geralmente vinham em coleções, mas o primeiro livro "grande" (nem tão grande, naquela época 40 páginas já eram muita coisa para mim) que me lembro de ler foi "No Rastro de Azulão, Cisco e Mangarito", de Lucília Junqueira, quando estava na segunda série. O livro conta a história dos meninos que saem pela estrada, na cidade da avó, à procura de Azulão, Cisco e Mangarito, dois cavalos e um burro que haviam fugido. Para mim aquele livro foi uma aventura, e logo depois dele li "O Pequeno Príncipe" e "Ei! Tem Alguém Aí?" e continuei com um grande gosto pela leitura até hoje.

    Anaí - 70353 - 102

    ResponderEliminar
  9. O primeiro livro que eu li foi na segunda série chamado "Um Dia Especial", de Léia Cassol. Este livro fala sobre duas crianças, o Beto e a Fê, que passam por muitas aventuras na cidade de Porto Alegre. Mas os livros que mais me incentivaram a ler foram da saga Crepúsculo, de Stephenie Meyer. Esses livros contam a historia de Bella Swan,uma estudante que se muda para Forks,colocando sua vida e de sua família em risco ao se apaixonar pelo vampiro Edward Cullen.

    Gabriela Brites,71416,turma 106

    ResponderEliminar
  10. Sempre gostei muito de livros, um dos primeiros livros que lembro de ter lido que acabou me incentivando a ler mais e mais foi a coleção do Sítio do Pica-pau Amarelo de Monteiro Lobato lembro que a li na primeira série do ensino fundamental, desta coleção o livro do qual mais gostei foi “ A Caçada de Pedrinho” este contava a história da expedição organizada por Pedrinho e Narizinho, para junto com seus amigos irem atrás de uma onça que Rabicó havia descoberto próximo do sítio . Desde então outras leituras me marcaram muito como O Senhor dos Anéis de J.R.R. Tolkien, a saga Harry Potter de J.K. Rowling e As Crônicas de Nárnia de C.S. Lewis.

    AL. Alff - 70390 T:106

    ResponderEliminar
  11. O livro que li com gosto e que me impulsionou a ler outros, foi "O dia de amanhã a deus pertence". O livro se trata de um romance, muito lindo, e que não poderia ser chamado de conto de fadas, por que ocorrem acontecimentos que mudam várias vezes o rumo da história. Eu o li a uns quatro anos, e desde aquele livro não parei de ler outros da autora Zibia Gaspareto.

    ResponderEliminar
  12. Quando pequena, só almoçava se minha mãe lesse uma história para mim. Como isso demorava bastante, ela acabava lendo o mesmo livrinho cinco ou seis vezes por refeição. Minha mãe sabe as histórias de cor até hoje, o que facilitou bastante a vida dela quando minha irmã nasceu que, seguindo o costume da família, nunca queria comer. Mais tarde cresci, aprendi a ler e lia muito (confesso que muito mais que hoje em dia). Tenho memória fraca e lembro de poucos títulos, mas um deles foi diferente: "A Fantástica Fábrica de Chocolate", de Roald Dahl. Até hoje o tenho na estante do meu quarto e lembro direitinho do dia em que pedi para meu pai comprá-lo em um sebo, por 1 real.

    ResponderEliminar
  13. Desde os primeiros anos de minha vida, eu já lia. Aos 7 anos, li o livro mais divertido de todos, pois conseguiu prender minha atenção até o final da história. Lembro que era tão bom que fiquei lendo ele o dia inteiro, do início ao fim. Esse livro se chama Capitão Cueca, de Dav Pilkey. Sempre quando vou ler um novo livro, lembro dele.Ele conta a história de dois garotos e um super herói que tentam salvar o mundo. Li todos os livros dessa série.

    Eduardo Tenher - 70363 - 106

    ResponderEliminar
  14. Minha vontade de ler livros começou a crescer apartir dos meus 9 anos, quando ganhei uma coleção de livrinhos das "Mil e uma Noites", autor desconhecido, pelo fato destas histórias serem muitas vezes folclores. Dentre eles estava "Ali Babá e os quarenta ladrões". Que conta a história de um menino pobre que decobre a entrada para um esconderija secreto onde quarenta ladrões guardam o seu grande tesouro.Para mim, este é um dos principais livros que possuo em minha casa.
    Depois deste livro a minha paixão pela leitura começou a crescer cada vez mais. Recentemente, li muitos livros, entre eles a saga Harry Potter de J.K.Rowling e a coleçao Percy Jackson e os Olimpianos de Rick Riordan, além do livro The Lost Hero deste mesmo autor.

    Al De Carli Nº 01602 T-102

    ResponderEliminar
  15. Quando eu era pequena, minha mãe comprou pra mim uma coleção de livros da Thalita Rebouças.O primeiro livro que eu li foi "fala serio, mãe", e eu não sei porque, mas nunca largava aqueles livros.Todas as vezes que eu os lia me sentia como uma adulta, afinal so tinha uns 7 anos.Com o passar do tempo fui lendo cada vez mais livros desse tipo, ate que atingi uma certa idade e começei a ler Harry Potter e Crepúsculo.

    ResponderEliminar
  16. Desde pequena gosto de ler. O primeiro livro que eu li sozinha foi O Urso com Música na Barriga, do Erico Veríssimo. Este livro conta a história do Urso-com-Música-na-Barriga e sua família (Urso-Maluco, seu irmão, Pai Urso e Mãe Ursa). Lembro que li este livro muitas vezes e que gostava das ilustrações. Até hoje tenho este livro, guardado junto com outras recordações.O engraçado é vê-lo e pensar em como eu o achava grande e difícil de ler.

    Bruna Moresco- 70359 - 101

    ResponderEliminar
  17. o meu primeiro livro que me estimulou a ler ,foi sem dúvida alguma A BOCA DO INFERNO , de ANA MIRANDA .Eu tinha 16 anos de idade ,trata-se de um homem chamado GREGORIO DE MATOS que vivia fazendo sátiras contra o governo da BAHIA ,numa
    Epoca de intensa corrupção local ,porém sendo repimido ,começou a 'pseudÔmios'contra o governo ,uma tentativa de 'driblar' a segurança.O livro É pequeno, mas ,muito legal de ler.

    ResponderEliminar
  18. O primeiro livro que li que me levou a ler outros livros foi Persy Jackson e o Ladrao de Raios, e uma historia de um menino filho de poseidon ( o rei dos mares segundo a mitologia grega), nessa historia Hades( deus do inferno) rouba o raio de zeus( o deus dos deuses) mas zeus acha qua foi Percy e o desenrolar da historia e percy tentando provar que nao roubou o raio de zeus. Este livro me levou a ler a saga inteira que e feita de 5 livros. Um livro bem bacana de açao recomendo.

    ResponderEliminar
  19. Um livro que realmente marcou muito minha memória literária - pois narra realmente o que aconteceu com muitas pessoas inocentes - foi, sem dúvidas, O Diário de Anne Frank - a história é contada por Anne Frank, uma menina que vive na Holanda - invadida pelos nazistas - e é obrigada esconder-se com sua família em um sótão durante alguns anos, nesse tempo ela narra seus dias em um diário. Um dia seu pai saiu para comprar mantimentos e soldados alemães invadiram o esconderijo de sua família e levaram todos, quando voltou, uma das únicas coisas que encontrou foi o diário de sua filha. Anne Frank acabou falecendo em um campo de concentração e anos depois seu pai decide publicar seu diário.

    Caroline Ritter - 15845 - t 106

    ResponderEliminar
  20. Bom, um dos primeiros livros que li, e que me incentivou a ler outros, foi “As Memórias da Bruxa Onilda” de E. Larreula e R. Capdevila. O livro conta sobre uma bruxa que pertencia a uma antiga família de bruxas e bruxos que já estava quase acabando,então Onilda, precisava de um herdeiro, aí ela resolve ter uma filha. Assim, a família continuaria a existir e não perderiam os grandes conhecimentos e poderes acumulados durante milhares de anos por seus antepassados.
    Esse livro foi o que mais gostei de ler, sempre que via ele na estante, ou eu não tinha nada pra fazer, eu pegava e lia novamente. Foi assim que o interesse por outras histórias começou.
    Brenda Maria - 106

    ResponderEliminar
  21. Poxa, o primeiro livro que eu li eu não sei ao certo, era muito novo, devia ter 5 anos quando o li, mas deve ter sido algo como Tobaldo, o Coelhinho sapeca hahaha. O primeiro livro realmente considerável que li foi Harry Potter e a Pedra Filosofal. Tinha 9 anos e li porque gostei do filme.
    Al n° 70361 turma 106

    ResponderEliminar
  22. O livro ''Se houver amanhã'' foi um dos primeiros livros que li não lembro bem qual foi o primeiro por que ja li varios mais esse concerteza me marcou muito e uma historia de uma mulher que vai para a cadeia injustamente e libertada e se vinga de todos mais ve no amor verdadeiro uma chance pra mudar esse livro e lindo e concerteza me fez ter um prazer maior pela leitura, Al, Bianca Ribeiro Nº 01474 Turma 106.

    ResponderEliminar
  23. Um livro que eu sempre comento, que me marcou foi "Um Barril de Risadas, Um Vale de Lágrimas". Era uma das leituras obrigatórias no meu ex-colégio. Eu devia ter uns 11 anos. O livro conta a história do príncipe Roger. Ele tem um efeito sobre as pessoas; todos riem descontroladamente quando se aproximam dele. Um dia, ele se tornará um rei, mas para isso precisa ser mais responsável, mais maduro. Então o mago do reino o manda numa viagem, através de florestas, abismos, mares, todos com nomes estranhos. Nessa viagem ele conhece pessoas, faz descortas, muitas coisas acontecem com ele. Ele se transforma em um pássaro, personagens saem e entram do livro quando bem entendem. É um livro bem interessante, e eu sempre lia quando podia.
    Victoria Paloma turma 106 n°70400

    ResponderEliminar
  24. Bem, eu não me lembro muito bem dos livros que eu lia na infância, além dos clássicos como Branca de Neve, O Patinho Feio, dentre outros. Pois então decidi falar de um livro que muito apreciei ler, que foi "a menina que roubava livros". Esse livro me permitiu de certa forma, ver o mundo com outro olhos, depois de saber a realidade das pessoas em que viviam na época da guerra entre os alemães e judeus. A miséria existente entre os judeus e as catástrofes eram desumanas e isso me chocou bastante. Além da história de vida da personagem principal, Liesel, ser um luta, onde ela passa pela morte três vezes.. perde o irmão e a mãe, perde o amigo, perde quase todo mundo que ela ama, mas continua a viver e eu admiro muito ela por isso.

    Jessica Baz - 71435 - 106

    ResponderEliminar
  25. Um livro que eu lembro de ter lido umas 20 vezes e que marcou profundamente minha vida por me trazer lembranças da minha infância foi o "Sanduíche da Dona Maricota" que conta a historia de uma galinha que quer fazer um sanduíche, porém seus amigos animais discutem sobre os ingredientes que ela deve colocar no pão. Emocionante né sora? Foi um livro que abriu minhas portas para a leitura e na qual me acompanhou por muito tempo e ainda me acompanha, na estante do meu quarto.
    AL Renata N: 70394 T:102

    ResponderEliminar
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  27. Um livro que me incentivou a ler mais livros foi "A Formiga e a Cigarra", que li para um trabalho da 1ª série, quando eu tinha 6 anos. Esse foi um dos primeiros livros que li. Ele conta a história de uma cigarra que durante o verão só fica cantando enquanto a formiga fica “trabalhando”, juntando comida. Ao chegar o inverno, a cigarra esta sem comida enquanto a formiga já fez sua reserva de alimentos no verão. A história me fez aprender que não podemos pensar apenas no presente, porque nossas escolhas de hoje refletirão no futuro.
    AL: Ingrid Zanon Nº:17960 T:102

    ResponderEliminar
  28. Como os livros não eram exatamente meus melhores amigos na infância, sempre preferi livros com mais ilustrações e menos texto. Sendo assim, um dos primeiros livros que me chamou a atenção foi: Ursinho, cadê você? Escrito por Ralph Steadman, que com desenhos rabiscados dá ênfase a sobrevivência do afeto, no caso com um urso de pelúcia. Mais tarde, quando tinha uns nove anos, minha mãe já preocupada com minha adolescência se aproximando, me deu o livro: Fala sério, mãe! De Thalita Rebouças, que fala da convivência de mãe e filha, citando as brigas, em suas diferentes idades. Esses dois títulos me marcaram bastante na infância, ainda os tenho na gaveta da minha cama aguardando minha irmã crescer um pouco mais para apresentar as obras a ela, e espero que goste tanto quanto eu.
    AL Amanda Rodrigues N: 70352 T:101

    ResponderEliminar
  29. Quando criança odiava livro como todos, mas a cerca de 3 anos atrás minha irmã, que sempre foi apaixonada por leitura, me fez ler alguns livros. Não lembro exatamente quais, mas por incrível que pareça um dos que mais me marcou foi não apenas um mas uma série de livros, Crepúsculo de Stephenie Meyer, assim como a maioria das adolescentes. Desde então venho lendo diversos livros de todos os gêneros, mas esse foi o que marcou a minha paixão pelos livros.
    Al Rosália Porto N:81790 T:102

    ResponderEliminar
  30. Quando eu era pequena eu tinha umas manias meio malucas, e uma delas era de não dormir enquanto meu pai não contasse uma história para mim. E ele sempre me contava as histórias da vida dele, de quando ele era criança. Um dia ele leu a história da Branca de Neve pra mim e desde então era só o que eu queria ouvir. Quando eu comecei a ler, eu treinava no livro da Branca de Neve, até por que quando meu pai lia pra mim ele dizia que o espelho mágico falava que eu era mais bela que a madrasta. Minha mãe comprou a fita e eu virei fã. Concerteza este livro marcou o meu mergulho nos livros de fábulas, entre outros.

    Natasha Bohrer - 73548 - 102

    ResponderEliminar
  31. Na verdade não foi apenas um livro que me incentivou a ler, e sim uma coleção de clássicos, como A Bela Adormecida, Maria e João, entre outros. Eram livros bem pequenos, muitas ilustrações e textos bem simples. Como qualquer garota pequena eu me encantava com as princesas, os vestidos e a magia, o que me animava cada vez mais a ler e sorrir com aquelas história impressionantes.

    Al Letícia Agra | no: 17882 | Turma 102

    ResponderEliminar
  32. O livro que me empurrou para outras leituras ao longo da vida foi um exemplar da coleção “Harry Potter’’. Quando o vi nas prateleiras da biblioteca da minha primeira escola, sempre achei que se tratava de um livro maçante (conhecido o tamanho dele). Todavia, incentivado por um amigo e meus pais, resolvi “retirá-lo” na biblioteca. Quando comecei a lê-lo, percebi que era uma obra fascinante, com uma linguagem acessível (estava na 4ª série) e de um tema que realmente me interessava. Como todos sabem, trata-se de um menino bruxo que ingressa em Hogwarts e lá convive com seus melhores amigos (Rony e Hermione), defrontando-se com problemas da escola e as aventuras que um mundo mágico oferece para um jovem.
    “Harry Potter”, portanto, foi o despertar para o hábito de leitura constante e o fim de um “temor” a obras extensas. Não apenas para mim; mas para milhares de pequenos leitores deste mundo.

    Al Guarienti ; 70403; Turma 101

    ResponderEliminar
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  34. Um dos primeiros livros que li foi "Ali Babá e os 40 ladrões". Ele fala sobre uma aventura, cujo protagonista é Ali Babá, que se passa na Antiga Pérsia. É um livro muito bom que incentivou meu pai a criar inventar histórias parecidas, porém com alguns personagens adicionais, dentre os quais estávamos eu e ele. Nunca me cansei de ler aquele livro, porém com o passar do tempo fui me interessando por livros um pouco mais detalhados e de diferentes assuntos. Hoje por exemplo estou lendo a coleção "Ranger Ordem dos Arqueiros" que são histórias de aventura, com a dose certa de ficção e um pouco de romance.
    Aluno: Stonoga
    Número: 17920
    Turma: 106

    ResponderEliminar
  35. Desde bem pequena eu gosto de ler,já li Cinderela, Rapunzel, Menina Bonita do Laço de fita, Cachinhos de Ouro,etc. Um que marcou foi os livros da coleção "Meu Amigo Down" ,de Cláudia Werneck. As obras são narradas por um menino que não entende por que seu amigo com síndrome de Down, sofre tanta discriminação. A coleção ensina a respeitar as diferenças do próximo e fala das dificuldades que uma criança com síndrome de Down enfrenta na escola,na rua e em casa.
    Al:Rayane/T:101

    ResponderEliminar
  36. Quando eu era pequena li um livro que sem dúvida alguma me "impulsionou" e despertou em mim o gosto pela leitura. Esse livro se chama "Volta ao Mundo em 52 Histórias", de Neil Philip. Essa obra apreenta 52 contos fantásticos de diferentes regiões. Além das histórias, traz também curiosidades, fala sobre algumas coisas caracterísitcas do país de origem do conto. Algumas histórias são clássicos muito conhecidos nossos, e outras bem diferentes. Li e reli todo o livro diversas vezes! É realmente uma obra mágica, e muito interessante.
    Marcela Becker 70380 turma:106

    ResponderEliminar
  37. O primeiro livro que me recordo de ter lido foi uma versão de A Branca de Neve. Esse livro, de certa forma, foi marcante, pois me lembro de ter achado incrível o fato de eu ter conseguido terminar de ler um livro de 60 páginas. Obviamente o livro era bastante ilustrado e continha letras grandes, mas isso não importava muito naquela época. Eu não lembro direito de quando li esse livro, mas eu acredito que estava na segunda série.
    Entretanto, o livro que realmente ficou marcado para mim foi um livro chamado Draguinho, uma leitura obrigatória da terceira série. O livro contava a história de um garoto dragão chamado Draguinho. Ele era diferente de seus demais colegas: ao invés de expelir fogo ele expelia água e, de certa forma, era excluído em sua turma de aula e pelos seus conhecidos em decorrência disso. O livro era bem interessante e mostrava o pequeno dragão tentando superar suas diferenças. Lembro-me de como minha professora ressaltava que não devíamos tratar os outros da mesma forma que tratavam Draguinho, que, apesar das diferenças, ninguém deveria ser ou se sentir excluído. Foi a partir daí que me dei conta de que os livros traziam situações e assuntos legais. Eu enxerguei que a leitura era uma fonte de conhecimentos e de alguma maneira diversão. A leitura e os livros não eram algo chato como meu irmão dizia (ele freqüentava a sétima série).

    Amanda Binotto
    Nº: 70350
    Turma: 101

    ResponderEliminar
  38. Desde muito pequena sempre gostei muito de ler. Lí muitos livros até hoje, mas, o livro que mais me inspirou e me fez ter um olhar diferente para com a literatura brasileira foi o livro Dom Casmurro de Machado de Assis!!
    Essa obra concerteza despertou ainda mais meu gosto pela leitura.É uma história fascinante de amor, ciúme e mistério, que dessa forma conta a história de amor de Bentinho e Capitu.

    ResponderEliminar
  39. Qual livro (ou livros) você lembra de ter lido bem cedo e que o empurrou para outras leituras ao longo da vida?

    Como grande parte das crianças tive antipatia com os livros, quando menor, porém com o passar do tempo o desejo em livros relacionados a suspense e investigação foi despertado com a coleção "Jovens Detetives".
    Na época, ainda muito jovem, meus pais compraram os livros para que eu lesse, no entanto, mesmo gostando deste estilo, não lia por preguiça. Certo dia um trabalho de escola me obrigou a abri-lo, e demonstrei grande interesse pela série, então nunca mais parei. Ela chocava-me de uma forma interessante, e ficava contagiado pelo suspense. O livro interagia com você de maneira que nos imaginávamos no enredo.
    Outro livro que me despertou para leituras, foi o "Mistério da Casa Verde", devido ao enredo contagiador e história "animadora" li este livro duas vezes.
    Atualmente os livros da serie "Sherlock Holmes" é meu fanatismo sadio.

    Rafael-70393- turma 101

    ResponderEliminar
  40. Os livros que mais me marcaram foram os da saga Deltora Quest que conta a história de três amigos(desculpe não lembro os nomes) que viajam pelo reino de Deltora para reparar o cinturão das pedras mágicas para salvar o reino do senhor das sombras, os livros me marcaram por suas aventuras e problemas enigmáticos que me deixaram ibnteressado por livros do gênero.

    ResponderEliminar
  41. A minha paixão pelos livros foi, com certeza, impulsionada pelo livro "A Turma do MEET", da autora Annie Piagetti Müller. Eu tinha uns 11 anos quando o li. A obra relata sobre seis jovens que se reúnem em um local chamado MEET (Mais Encontros Entre Todos), espaço totalmente reformado e decorado por eles. É onde eles podem conversar, rir, fazer festinhas e até namorar escondidos sem nenhuma preocupação, visto que é um lugar com o qual eles se identificam, sentem-se à vontade e, principalmente, por ser do uso exclusivo deles. As divertidas aventuras vividas pelos adolescentes, a intensa e verdadeira amizade existente entre eles e o lindo romance juvenil presente no livro foram os fatores que me conquistaram página por página, fazendo com que eu não conseguisse parar de lê-las. Posso dizer, portanto, que foi a partir dessa obra que meu encanto pelos livros aflorou, pois, ao terminar a leitura de “A Turma do MEET”, fui em busca de novas histórias e romances literários com os quais pudesse, novamente, me maravilhar.

    ResponderEliminar
  42. O primeiro livro que eu li e incentivou o meu interesse pela leitura foi Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. O livro era do meu primo, resolvi ler porque ele me disse que era bom e eu já tinha assistido aos dois primeiros filmes e estava ansioso para descobrir a continuação da saga . No começo achei que não iria ler tudo, pois tinha muitas páginas e só havia ilustração na capa, depois acabei gostando do livro e desde de então continuei lendo outras obras.
    Al: Douglas
    Turma: 102
    Nº: 88886

    ResponderEliminar
  43. Desde muito pequena fui bastante incentivada a ler. Meu pai comprava coleções inteiras de livrinhos e eu andava sempre com um na mão. Por ter aprendido a ler muito cedo, aos quatro anos segundo minha mãe, não lembro ao certo qual li o primeiro livro que li sozinha, mas as histórias que mais me marcaram e incentivaram a ler foram os clássicos da Disney, principalmente os sobre as princesas. Ficava imaginando como seria ser filha de um rei e morar num castelo. Branca de Neve, Bela Adormecida, Cinderela e principalmente a Ariel coloriram e encantaram a minha infância.
    Al. Júlia Turma 101 Nº 88911

    ResponderEliminar
  44. O primeiro livro "de verdade" que eu li foi "O Mágico De Oz". Eu devia ter uns 8 anos, e não entendia o livro direito ainda, então a minha mãe ia me ajudando... Hehehe... Afinal mães servem pra esse tipo de coisa, né?? Ela ia me ajudando até que um tempo depois eu começei a ler de novo e sozinho. O livro de L. Frank Baum conta as aventuras de Dorothy tentando voltar pra casa depois que uma ventania levou a sua casa para a Terra De Oz... Vocês devem conhecer a história, né? Esse livro, além de me trazer boas lembranças de quando eu era "piá", ensina a importancia das amizades verdadeiras e que elas podem te levar mais longe.
    Al.: Fortuna Nº: 70368 Turma: 102

    ResponderEliminar
  45. O livro q me incentivou a ler foi a Busola de Ouro, que minha mae comecou a ler e eu terminei, o livro se passa em um mundo muito parecido com o nosso — mas com algumas curiosas diferenças. Ciência e religião se confundem. Todo ser humano possui um daemon, um animal inseparável que na infância toma várias formas. E existe um raríssimo objeto que aponta a verdade, mas ninguém sabe fazê-lo funcionar.
    Lyra é uma menina levada que vive na tranqüila cidade universitária de Oxford, na Inglaterra. Lá, crianças começam a desaparecer. E quando seu grande amigo Roger, some, Lyra parte em sua busca, disposta a desafiar seus próprios temores.
    Na paisagem árida do Norte, onde tenta encontrar Roger, Lyra enfrenta uma terrível conspiração que faz uso de crianças-cobaias em sinistras experiências. Entre ursos usando armadura e bruxas que sobrevoam as sombrias geleiras, Lyra terá que fazer alianças inesperadas se quiser salvar o amigo de seu trágico destino.

    Guimarães - Turma: 101 - Nº: 07630

    ResponderEliminar
  46. O primeiro livro de verdade que eu li foi "Os 3 porquinhos". Eu devia ter uns 7 anos.O livro conta a história de 3 porcos que para se proteger do lobo mau fizeram 3 casas para cada.o lobo consegue destruir 2 casas assoprando,mas a terceira não,e fica tão cansado de assoprar que ele morre e acaba a história.vivi muitas aventuras e descobri que não se consegue derrubar uma casa só assoprando.
    Aluno Alexandre Numero 71606 turma 101

    ResponderEliminar
  47. O primeiro livro que li sem parar e que me incentivou a ler outros livros foi "o rapto da Dorotéia" de josué Guimarães que eu li quando tinha 10 anos .Retrata a estória de Pedrinho um menino esperto que tinha uma linda galinha chamada Dorotéia. Um dia Dorotéia havia sumido então Pedrinho vai a procura de seu leal escudeiro e melhor amigo Chico.Então, eles, Pedrinho e Chico,vão atrás da preciosa galinha. Eu descobri que é bom você ficar de olho na sua galinha quem sabe o que pode acontecer com ela.

    Nome: Felipe persi
    Nº: 87816
    Turma: 102

    ResponderEliminar
  48. Apesar de não ser bem um livro e sim história em quadrinho, os gibis da Turma da Mônica foram as primeiras histórias que eu li.Meu pai lia para mim antes de eu entrar para a escola,como não tinha tempo para meu pai ficar lendo toda a hora os gibis, eles me incentivaram a aprender a ler quando começei a escola.
    Aluno: Dias -Turma:102-Nº:11928

    ResponderEliminar
  49. Um dos unicos livros que li pelo qual me interessei foi u Frankstein que nao era bem um livro mais sim um Gibi com quase 100 paginas.
    o livro conta sobre um homen muito feio que por ser tao feio ninguem chegava perto dele pensando que ele era um Monstro.
    Mas ele queria tanto ter uma familia que robo uma e os levo para uma cabana bem longe das cidades,onde ele se apaixona por uma das meninas raptadas e decide que o melhor para ela era que ele a soltasse e foi ai que ele decide soltar a familia e nunca mais é visto.
    FIM
    Cassiano,101 nr.15790

    ResponderEliminar
  50. Um livro que me mudou, talvez não emocionalmente, mas sim em humores e preferências foi o Guia dos Mochileiros das Galáxias. O livro, que vem em cinco edições, conta as aventuras de Arthur, Ford e outros pelos inúmeros cantos do universo, enfrentando vilões inimagináveis e situações (muito) poucas usuais. Tudo recheado de um humor incrivelmente inteligente e um pouco apelativo, que abusa da ciência para explicar fatos extraordinários que compõe a história.
    Aconselho a todos a leitura deste livro, pois é fácil, rápida e divertida.

    ResponderEliminar
  51. O livro que me incentivou a ler mais foi "Os sapatinhos vermelhos". Li quando estava na quarta série e achei muito legal, pois ele contava a história de uma menina pobre que um dia encontrou sapatilhas vermelhas em um castelo, mas havia um mistério para ser desenrolado. Ao longo do livro a história vai se desenrolando e nos envolvendo em um mistério. Esse foi um dos fatores que me incentivou a ler.

    ResponderEliminar
  52. Sora, deixei o meu comentário antes, mas não coloquei o meu número e a turma..
    Al. Bruna Cauduro nº 70357 turma: 102

    ResponderEliminar
  53. Um dos primeiros livros que eu li foi o Pesadelo na Neve, escrito por Graziela Bozano Hetzel e ilustrado por Vicente Mendonça. Esta obra conta a estória de três adolescentes, em uma excursão, que descobrem que havia acontecido um assassinato depois de encontrar a mão de uma mulher na estação de esqui de Bariloche, Felipe, então, descobriu o que estava acontecendo, a viajem estava sendo dirigida por uma quadrilha, e os adolescentes achavam que esta gangue era composta pela guia, pelo instrutor de esqui e pelo vizinho do hotel onde eles estavam. A curiosidade os levou a querer desvendar o mistério do assassinato. Metidos a detetive, foram surpreendidos pelo fim do caso e aprenderam uma grande lição: as aparências podem levar a terríveis enganos.
    Al Bernardo Nº 73415 T 101

    ResponderEliminar
  54. Desde pequeno nunca fui muito simpático a leitura, mas sempre li tanto por obrigação como por lazer e curiosidade. Não tenho como relatar as minhas impreções sobre meus primeiros livros, pois não me lembro certamente quais foram(certamente livros infantis como Ali Babá, os 3 porquinhos, dentre outras). O livro que melhor me lembro é: O magico de Óz. O livro conta a historia de Dorothy, uma garota cuja a casa é sugada por um ciclone, com ela dentro da casa e cai numa terra desconhecida. Dorothy sai a procura do magico de Óz, que é a única pessoa q pode ajuda-la a voltar a sua origem. Atraves desse livro q aos 8 anos eu descobri os prazeres da leitura, lembro q ficava imaginando a história como um filme por horas.
    AL Saucedo - 17886 - 106

    ResponderEliminar
  55. O livro que despertou meu gosto pela leitura foi o livro "Volta ao Mundo em 80 dias de Júlio Verne". Esse livro foi um dos poucos do gênero que me agradou e a partir dele comecei a ter curiosidade por livros. O livro fala de um homem chamado Fíleas Fogg que fez uma aposta com seus amigos do Clube Reformador. Ele apostou que seria possível (com a tecnologia da época) dar a volta ao mundo em 80 dias. Fíleas e seu empregado saíram da Inglaterra para a aventura, mas quando voltaram para Inglaterra, Fíleas pensou que havia perdido a aposta, pois seu relógio marcava 2 dias a mais do que a aposta, mas ele ficou supreso quando soube que não estava com dois dias a mais mas sim dois dias a menos (devido ao fuso horário). Fíleas consegue ganhar a aposta e vive em paz.

    Aluno: Josué
    Número: 01645
    Turma 101

    ResponderEliminar
  56. O primeiro livro que me incentivou a ler foi o primeiro livro da saga de "Harry Potter" de J. K. Rowling. Gostei muito desse livro, é muito diferente de todos que li depois dele, tudo é interessante, desde do tema até a escrita. Como todo mundo sabe, conta a história de um menino que teve os pais mortos quando era novo e depois foi adotado por uma família de trouxas(que não são bruxos), depois ele vai para Hogwarts, onde aprende a ser um bruxo e conhece seus melhores amigos. Lá ele vive muitas aventuras para proteger a escola do Lord Voldemort. Outro livro que gostei foi a saga Crepúsculo, mas não tanto quanto esse.
    Al Nathália Serpa nº 11941 turma 101

    ResponderEliminar
  57. Um dos primeiros livros longos que li e que me fez criar interesse na leitura foi “O diário de Tati”, de Heloisa Périssé, li ele quando tinha 10 anos.
    O livro conta a história de uma adolescente hilária (Tati), que passa por problemas com seus pais separados e com seus romances complicados, ela conta tudo isso para o Di(o diário) seu confidente.
    Por ser um livro engraçado e de fácil compreensão, me fez criar cada vez mais gosto pela leitura e hoje posso me considerar uma fã dos livros.

    Curiosidade: este livro inspirou uma série da TV.

    Al Milena nº:76424 Turma:106

    ResponderEliminar
  58. Bem eu não gosto muito de ler
    mas certos livros só acrescentam mais a cultura de cada pessoa
    por exemplo quando a um tempo atrás li um livro que foi muito importante na formação do meu estilo de vida, o nome desse livro é “EU SOU OZZY”.
    Ele relata certas tentativas frustradas de Ozzy Osbourne de ganhar dinheiro antes da fama, por exemplo:
    Roubar,ser preso,trabalhar na prisão limpando vomito entre outras esquisitices do mundo do rock.
    Esse livro conta histórias e mais histórias de um artista que uma grande quantidade de fãs considera o maior ícone da história do heavy metal. Confesso que eu, que sempre tive uma má vontade com Ozzy por entender que um cara como ele, que não tem que provar nada para ninguém, não deveria se expor ao ridículo, mudei de opinião após ler o livro. A influência e a importância de Ozzy Osbourne na música pesada é inquestionável. Ozzy é um ícone, uma lenda viva e um dos maiores rockstars da história, e merece ser tratado como tal.

    aluno:UNGARETTI
    turma:106
    numero:01598

    ResponderEliminar
  59. Bem,o primeiro livro que li eu realmente não lembro. Mas lembro de um livro que li na 5ª série antes de entrar no colégio,o nome eu não lembro mas era um livro de Clarisse Lispector (acho que é assim que se escreve),a história era sobre uns cachorrinhos de rua que viviam umas aventuras e tal.. Eu lembro que eu gostei bastante.

    Endres 70377 106

    ResponderEliminar
  60. Eu não lembro muito bem de algum livro que eu tenha lido que tenha me marcado muito, mas acho que no no 8°ano que nós lemos "Menino De Engenho" de José Lins do Rego, conta a história de um menino que teve a mãe assassinada pelo seu pai e aos 4anos de idade(acho que era essa e idade dele) foi morar na fazenda de seu avô.Durante sua adolescência ele faz muitas coisas estranhas(olhando de hoje em dia para aquela época)sua 1°relação sexual um pouco estranha,algumas doenças,mas também faz no refletir muito sobre alguns assuntos que eu defino como importantes para nossa vida.
    Adão Junior,101,73468

    ResponderEliminar
  61. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  62. Eu não sou muito de ler, mas um livro que eu gostei muito e que me chamou bastante a minha atenção foi "Antes que o mundo acabe" de Marcelo Carneiro Cunha. O livro apresenta várias imagens de pessoas e culturas no mundo todo, e é narrada por um menino de 16 anos, nos fazendo ver o mundo de uma maneira diferente. Daniel, personagem principal do livro, apresenta problemas muito comuns como, por exemplo, lidar com a sua namorada que não sabe o quer, ajudar um amigo que esta sendo acusado de roubo e entre outras coisas. Mas isso tudo muda quando ele recebe uma carta de seu pai que nunca conheceu. Seu pai era fotógrafo e vive na Tailândia e tinha malária, por isso Daniel decidiu ser um fotógrafo no final do livro.

    ResponderEliminar
  63. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  64. Os livros que me fizeram começar a gostar de ler foram os da coleção " salve - se quem puder", eles contam sobre um agente que a cada história tem um mistério ou um crime para resolver. Apesar de serem livros fáceis e curtos eu adorei esses livros e eles definitivamente marcaram minha infância.

    Al Leandro - 70372 - 102
    Al Leandro - 70372 - 102

    ResponderEliminar
  65. Bem,um livro que me despertou o interesse de ler foi Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban quando eu tinha aproximadamente 9 anos,eu li mais livros da série e tomei gosto pela leitura.Hoje até não leio tanto mas dependendo do livro eu gosto de ler.
    Lirio,70385,101

    ResponderEliminar
  66. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  67. O primeiro livro que eu li eu não me lembro, mas o primeiro livro que eu li e gostei foi 'O menino do dedo verde'. Normalmente, eu abro o livro na primeira pagina, mas quando estou mais ou menos no meio da história eu abro a última. Curioso eu não ter aberto a ultima pagina deste livro, justamente a que te faz entender realmente o contexto e o desfecho da historia, com letras maiúsculas, bem chamativas.
    Esse livro meu pai tinha lido quando pequeno e gostado muito, então me sugeriu.
    Quando eu tinha uns 10 ou 11 anos lançaram 'Querido Diário Otário' e era muito engraçado. Eu e a Clarissa Muller, da 102 lemos (na época eram só seis livros) todos os livros até então publicados. Cada uma comprava um livro e pedia emprestado o da outra depois de ter lido o seu. Eu lia um por dia, de tão legal. Às vezes relia no mesmo dia. Atualmente estou lendo a serie de Douglas Adams, o Guia do Mochileiro das Galáxias. Estou no terceiro livro, no finalzinho. É absurdamente engraçado. Douglas fazia comentários irônicos, inteligentes e divertidos. A serie deu oriem a um filme, com o mesmo nome e inspirou a serie Futurama, do Matt G., criador dos Simpsons. Não é pouca coisa.
    Melhor serie de livros, na minha opinião, bem melhor do que Crepúsculo, Harry Potter, O diario de um banana ou qualquer outra serie. Mas não posso dizer ' A melhor' porque não conheço muitas.


    Caroline Aguiar
    turma 101

    ResponderEliminar
  68. ah, sem valer como comentario que vale nota, rsrs
    não comentei antes pq a internet aqui ta pessima D=

    ResponderEliminar
  69. O livro que me marcou foi o caçador de pipas,uma história de Khaled Hosseini,o livro que mostra amizade,alegrias,tristezas e fatos muitos ruins.
    O livro retrata uma historia no Afeganistão de dois amigos Amir e Hassan um muito rico e um pouco covarde e o outro pobre sem estudo mas com uma grande coragem.Mas eles tem algo em comum o gosto por historias antigas e filmes de caubói e lançar pipas.O dia em que acontece a tristeza que foi e uma competição de pipas que uns meninos metidos e riquinhos que não gostavam dos dois, Hassan é encurralado com a pipa que pegou do campeonato na mão e é estrupado ,Amir fica só olhando com medo de ajudar o seu amigo.
    Amir depois de alguns anos vai para os Estados Unidos fugindo da invasão dos soviéticos ao Afeganistão depois de um tempo retorna para rever o seu amigo e descobre que ele está morto mas descobre que seu amigo tinha deixado uma filha que estava com o grupo radical,Amir vai atrás dela e acaba achando-a e a salva.

    Aluno:Danilo
    Número:78497
    Turma:101

    ResponderEliminar